Ronize

  (48) 99860 0302  (48) 3228 0550

  (48) 3228 0550

  (48) 99860 0302

Criança precisa de Terapia?

Terapia infantil – as expectativas de resultados duradouros em menos tempo em Psicoterapia infantil já é uma realidade

Iniciei meu trabalho clínico em 1998 e, por muitos anos, trabalhei exclusivamente com crianças. Ao conhecer a Terapia EMDR, em 2016, minha prática se tornou mais gratificante, pois a qualidade do resultado do trabalho e a qualidade de vida dos pequenos pacientes passou a ser surpreendentemente melhor.

A Terapia EMDR se dá por meio da dessensibilização e reprocessamento através da estimulação bilateral cerebral. Nela, o lado inteligente do cérebro do paciente é ativado e se torna o protagonista do resultado. Assim, ele absorve intensamente a informação, pois o lado de seu cérebro inteligente, racional e lógico está atuando, registrando e organizando o conteúdo. Aqui, portanto, o sistema de autocura emocional do organismo é ativado.

Esta abordagem foi criada na década de 80, nos EUA, pela neurologista e psicoterapeuta cognitivo-comportamental (TCC) Francine Shapiro. Atualmente, a EMDR é a abordagem número um na preferência dos americanos e pouco a pouco foi se espalhando pelo mundo, chegando no Brasil, onde estamos encontrando resultados surpreendentes. 

Trata-se de uma prática integradora da Psicologia que combina as mais eficazes intervenções de tratamentos em uma única metodologia sistematizada de trabalho. O seu objetivo é o de reduzir os efeitos das experiências traumáticas (aquilo que não foi processado pelo cérebro, ou seja, não precisa ser um grande evento). Seu propósito é processar essas experiências passadas e resolver as emoções associadas a elas. Assim, os pensamentos e sentimentos negativos que não são mais úteis serão substituídos por outros, positivos, a fim de promover um comportamento mais saudável.

Dentre outros diferenciais, a Terapia EMDR apresenta resultados mais rápidos e eficazes quando comparados a abordagens tradicionais da Psicologia. Os resultados são ainda mais breves e notáveis em crianças, pois estas apresentam um caminho de memória mais curto, o que minimiza o seu sofrimento e faz com que cresçam livres dos sintomas, abertas a aprendizagens e a relacionamentos saudáveis.

A modernidade da técnica, com seus instrumentos e equipamentos, aliada à experiência profissional do Psicólogo e com o manejo adequado do quadro têm um resultado muito positivo.

No tratamento infantil, o primeiro contato é com o responsável. Neste encontro, fazemos uma coleta de dados da vida da criança desde os antecedentes da gestação até os dias atuais. Nos encontros com a criança, é estabelecido o vínculo terapêutico e a abordagem é desenvolvida em suas oito etapas, de forma lúdica, posto que usamos estórias, desenhos, personagens e brinquedos como auxiliares. As crianças muito pequenas e os bebês entram no consultório com um responsável, já as maiorzinhas fazem sua sessão com a Psicóloga.

É indicada para o tratamento de: traumas; fobias; luto; lembranças dolorosas; transtornos de ansiedade; transtornos impulsivos; transtornos depressivos; síndrome do pânico; pesadelos, terror noturno; transtornos nos relacionamentos interpessoais; divórcio dos pais; transtornos alimentares; transtornos relacionados à educação sexual; abuso sexual; distúrbios do sono; enurese; encoprese e dificuldades na aprendizagem entre outros.

× Como posso te ajudar?